Coluna de Saúde

Coluna de Sau00fade

DESNUTRIu00c7u00c3O X SOBREPESO

De acordo com o Unicef, o Brasil reduziu a taxa de desnutriu00e7u00e3o cru00f4nica entre menores de 5 anos de 19%, em 1990, para 7%, em 2006. No entanto, ainda u00e9 um su00e9rio problema para indu00edgenas, quilombolas e ribeirinhos. De acordo com o Ministu00e9rio da Sau00fade, em 2018, a prevalu00eancia de desnutriu00e7u00e3o cru00f4nica entre crianu00e7as indu00edgenas menores de 5 anos era de 28,6%. Os nu00fameros variam entre etnias, alcanu00e7ando 79,3% das crianu00e7as ianomu00e2mis. No Brasil, o consumo de alimentos ultraprocessados (com baixo valor nutricional e ricos em gorduras, su00f3dio e au00e7u00facares) vem crescendo, assim como as taxas de sobrepeso e obesidade. Uma em cada tru00eas crianu00e7as de 5 a 9 anos possui excesso de peso. Entre os adolescentes, 17% estu00e3o com sobrepeso e 8,4% su00e3o obesos. Na Amu00e9rica Latina e no Caribe, 4,8 milhu00f5es de crianu00e7as menores de 5 anos tu00eam desnutriu00e7u00e3o cru00f4nica (baixo crescimento para a idade), 0,7 milhu00e3o tu00eam desnutriu00e7u00e3o aguda (baixo peso para a altura) e 4 milhu00f5es tu00eam excesso de peso, incluindo obesidade.
Fonte: Agu00eancia Brasil e Portal Sau00fade Debate

Unimeds do Paranu00e1 obtu00eam u00f3timas notas no IDSS

A Agu00eancia Nacional de Sau00fade Suplementar (ANS) divulgou, em setembro, o resultado do u00cdndice de Desempenho da Sau00fade Suplementar (IDSS) 2018 u2013 ano-base 2017. As Unimeds do Paranu00e1 continuam com as notas nas faixas mais altas de avaliau00e7u00e3o. Das 20 operadoras do estado avaliadas, uma alcanu00e7ou a nota final 1,00, a Unimed Pato Branco, e outras sete com notas na faixa acima de 0,8, que su00e3o as Unimeds Paranu00e1, Apucarana, Cascavel, Costa Oeste, Curitiba, Norte do Paranu00e1 e Noroeste do Paranu00e1. A Unimed Noroeste, por exemplo, foi a operadora pequeno porte mais bem pontuada no segmento, com atu00e9 19.999 vidas, obtendo u00edndice final 0,9163. As demais estu00e3o na segunda melhor faixa de pontuau00e7u00e3o, com notas de 0,6 a 0,8, e sempre crescendo. Um pouco atrasada no cronograma, a ANS pretende divulgar a nota do IDSS 2019 u2013 ano-base 2018 ainda neste mu00eas de dezembro. Mais informau00e7u00f5es pela internet: https/ www.ans.gov.br. Ju00e1 as publicau00e7u00f5es das Unimeds sobre os resultados do ano-base 2017 estu00e3o disponu00edveis no portal corporativo de cada operadora, em atendimento u00e0 regulamentau00e7u00e3o em vigor.

Ministro da Sau00fade

Em visita a Curitiba, durante encontro do BRICs (grupo que reu00fane Brasil, Ru00fassia, u00cdndia, China e u00c1frica do Sul), ocorrido em outubro, o ministro da Sau00fade Luiz Henrique Mandetta defendeu, como uma das estratu00e9gias, para manter a populau00e7u00e3o com a vacinau00e7u00e3o em dia, a possibilidade de exigu00eancia das carteiras de vacinau00e7u00e3o das pessoas, durante a realizau00e7u00e3o de periu00f3dicos na sau00fade ocupacional, alu00e9m de se exigir a carteira das crianu00e7as, na hora da matru00edcula escolar. E frisou que esse u00e9 um direito das crianu00e7as. A luta contra o sarampo e a orientau00e7u00e3o para a busca de vacinau00e7u00e3o continua ainda neste fim de ano. Fonte: Portal Sau00fade Debate www.saudedebate.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *