Como o cuidado coordenado pode ajudar na sua saúde

Como o cuidado coordenado pode ajudar na sua saúde

Médicos do Plano de Assistência ao Cooperado (PAC) contam com equipe multidisciplinar para auxiliar na melhora da qualidade de vida

Sabemos o que precisa ser feito para uma vida mais saudável, mas nem sempre conseguimos colocar essas ações em prática em meio à correria das nossas rotinas. A médio e longo prazos, esse estilo de vida acarreta em diversos problemas de saúde como alterações no Índice de Massa Corporal (IMC), dislipidemias, doenças osteomusculares, cardíacas, emocionais, entre outras. O que poderia ser minimizado se houvesse atenção e cuidados para uma vida mais saudável.
Para proporcionar uma assistência adequada e personalizada aos médicos cooperados do estado, a Unimed Paraná realiza a Coordenação do Cuidado da Carteira PAC. O projeto conta com uma equipe de profissionais de apoio: médicos, enfermeiros, fisioterapeuta, psicóloga, nutricionista, farmacêutico e assistente social, que atuam tanto com beneficiários saudáveis (que não apresentam nenhum diagnóstico de doença crônica), quanto com diagnosticados (ativos com doenças crônicas em tratamento) e clínicos (diagnosticados, em tratamento, hospitalizados, em reabilitação). Os pacientes, conforme necessidade, são encaminhados para um dos programas de gerenciamento da Federação: de casos clínicos, de serviço de atendimento domiciliar, de doenças crônicas e de saúde e fator de risco.
“Os programas oferecidos para o plano PAC permitem que a equipe multidisciplinar tenha conhecimento do histórico de saúde do cooperado. Assim, é possível oferecer um plano de cuidados personalizado à necessidade de cada caso, com orientações para promoção da saúde, apoio e orientações no cuidado e tratamento dos cooperados com alguma condição crônica prevenindo os agravos e, nos casos, mais complexos, é possível fazer o apoio para um plano terapêutico adequado, de forma contínua, evitando as consultas de emergência, os exames e até as internações desnecessárias”, comenta Ângela da Conceição Mendes.
“A cada 10 médicos cooperados abordados pelos programas, sete possuem doença crônica diagnosticada com tratamento irregular. Com a equipe diferenciada, esperamos atender os cooperados e seus dependentes de uma forma humanizada e personalizada, promovendo um cuidado integrado e, dessa forma, melhorando a qualidade da saúde de todos”, complementam as enfermeiras do Programa de Gerenciamento de Doenças Crônicas (PGDC). A equipe tem realizado ações pontuais, desde o mês de setembro, para estar mais próxima desses cooperados.
Além da abordagem por telefone, já realizada no dia a dia, a equipe responsável pela saúde, no plano PAC, está programando ações voltadas à coordenação do cuidado integral à saúde de seus cooperados e dependentes. Segundo a coordenadora, “atendendo de forma humanizada e coordenada, espera-se cuidar daqueles que cuidam com excelência de seus pacientes e muitas vezes esquecem de si”.

Cuide do seu coração

Na lista das principais causas de mortes no mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), estão as doenças do coração. infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca e hipertensão arterial, são algumas delas.
Dos 11 fatores apontados como de risco para as doenças cardiovasculares, apenas três não podem ser controlados – hereditariedade, idade e gênero (masculino ou feminino). Tabagismo, colesterol alterado, hipertensão arterial, sedentarismo, sobrepeso ou obesidade, circunferência abdominal elevada, diabetes e alimentação inadequada são fatores de risco que podem ser controlados com ajuda dos profissionais de saúde ou com simples mudança de hábitos.
Listamos algumas dicas para cuidar da saúde do seu coração:
• Consulte seu médico uma vez por ano para a prevenção da maioria das doenças cardíacas. Além de verificar a pressão arterial, seu médico pode solicitar outros exames, mais indicados para sua idade, sexo e histórico familiar.
• Mantenha uma alimentação saudável e pratique exercícios físicos com regularidade. A alimentação para um coração saudável deve ter menos gordura, menos sal, menos calorias e mais fibras alimentares. Coma grãos, frutas e vegetais.
• Limite o consumo de bebidas alcoólicas. O vinho é bom quando ingerido com moderação.
• Mantenha seu peso sob controle.
• Se você já tem 40 anos, comece a redobrar os cuidados com seu coração, principalmente se alguém da sua família tiver doença cardíaca.
• Diga “não” ao fumo.
• Ame a vida e o seu coração.

Fonte: Unimed Rio e Unimed Volta Redonda, com adaptações 

 

Novo Portal do PAC está no ar

Você sabe o que é sinistralidade? Como funciona a coparticipação no seu plano? Em que casos pode ser pedido reembolso e como é a solicitação? Para esclarecer dúvidas frequentes dos beneficiários, como essas, a Unimed Paraná reformulou e está com o novo Portal do Plano de Assistência ao Cooperado (PAC). O site traz o histórico e o contexto atual do Plano, questões sobre coparticipação, informações financeiras, tabelas de valores, coparticipação, mensalidades, perfil de utilização, gestão da saúde e perguntas frequentes, além de disponibilizar um espaço para mensagem.
Alexandre Gustavo Bley, diretor de Mercado e Comunicação da Unimed Paraná, explica que o objetivo do novo site é disponibilizar aos cooperados informação sobre o funcionamento do seu plano, de maneira clara, objetiva e transparente. “Queremos que o cooperado entenda a dinâmica de um plano de saúde, mas principalmente tenha acesso aos números do PAC e possa colaborar para sua sustentabilidade”, destaca ele.

Acesse o site www.unimed.coop.br/web/parana-pac/ e saiba mais. Os beneficiários do PAC também podem entrar em contato com a célula de atendimento, em horário comercial, pelos telefones: (41) 3219-1757 e (41) 3219-1672, pelo WhatsApp (41) 98409-8771 ou pelo endereço eletrônico pac@unimedpr.coop.br para dúvidas e demandas sobre seu plano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *