O que você deve saber sobre o uso correto de máscaras de tecido

 Um novo acessório faz parte de nosso dia a dia. E pelo que tudo indica continuará a fazer parte por um certo tempo, até que tenhamos vacina e tratamento adequados para o enfrentamento à Covid -19. O uso de máscaras pode não ser confortável, mas é extremamente necessário à saúde, neste cenário de coronavírus.  E é obrigatório por lei. Porém, elas precisam ser usadas corretamente para cumprir o efeito desejado. Em carta recentemente publicada pelo periódico British Medical Journal (BMJ). Observe os cuidados redobrados para as máscaras, caseiras, feitas de tecido:

  • Não se deve tocar ou coçar o rosto enquanto se está com a máscara. Isso possibilita a contaminação. Se não tiver jeito e quiser coçar, por exemplo. Pare, lave as mãos e o rosto e troque a máscara
  • Também não é permitido tocar a máscara para ajeitá-la sem lavar as mãos ou passar álcool em gel (lembre-se 70%)
  • Máscara no queixo não protege ninguém e ainda pode ser fonte de contaminação (ao toque de pescoço, roupas e acessórios). Se precisar tirar a máscara rapidamente para tomar água, por exemplo, o ideal é liberar um lado dela, na lateral do rosto (deixá-la pendurada por uma das orelhas).
  • Não converse sem máscaras. As gotículas de saliva, mesmo invisíveis, expelidas no ar são fontes de contaminação.  Importante: todos os interlocutores devem estar com máscaras, caso contrário, a segurança mesmo de quem a está usando fica prejudicada.
  • Óculos embaçados são sinais de que a máscara não está bem ajustada ao rosto. Observe o tamanho da máscara e ajuste perfeito ao nariz. As ideais aquelas que têm arame, permitindo acomodação melhor.
  • Máscaras grandes ou pequenas demais não promovem a proteção adequada. Observe o tamanho de seu rosto e veja a máscara adequada. O Ministério da Saúde recomenda máscara de 21 x 34 cm para adultos.
  • Máscaras de tecido devem ser trocadas depois de no máximo duas horas de uso ou sempre que estiverem úmidas. Especialmente para indivíduos que estejam portando o novo coronavírus, a umidade pode levar a um aumento da carga viral. 
  • Até ser higienizada, a máscara deve estar em um saco plástico separado. Colocá-la dentro da bolsa ou em outros em outros locais inadequados poderá contaminar tudo em volta.
  • Não se deve cruzar o elástico da máscara, ele pode abrir espaços laterais inadequados, permitindo a circulação de agentes infeciosos, como o novo coronavírus.
  •  Lenços, bandanas, cachecóis e similares não são adequadas para serem usados como máscaras. Pelo tamanho, pelo ajuste ao rosto e também pelo multiuso.
  • O compartilhamento de máscaras, mesmo depois de higienizadas, não é adequado. Se alguém estiver contaminado, o uso de sua máscara aumenta o risco para quem usá-la. 
  • Deixar o nariz de fora também não é aconselhável. O nariz é uma das principais portas de entrada para o coronavírus.

Fonte: https://www.bmj.com/  (Covid-19: What is the evidence for cloth masks?)
Ministério da Saúde
Abril

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//Código do Google Analytics