Unimed Costa Oeste possui ampla rede de hospitais para atendimento aos pacientes

Além de seis hospitais credenciados e um próprio, em Toledo, a Unimed Costa Oeste instalará outro hospital em Marechal Cândido Rondon

O recente anúncio da assinatura da carta de intenção para a instalação de uma nova unidade do Hospital Geral Unimed (HGU) na cidade de Marechal Cândido Rondon foi recebido com entusiasmo e esperança pela comunidade regional. Isso porque contar com um hospital nas proximidades de casa é sinônimo de segurança e conforto em momentos em que a saúde se encontra fragilizada.

Atualmente, a Unimed Costa Oeste conta com sete hospitais em sua rede prestadora, sendo um próprio, o HGU de Toledo, e outros seis credenciados: Hoesp/Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná e Hospital Dr. Campagnolo, ambos em Toledo; Hospital São Lucas e Associação Hospitalar Beneficente Moacir Micheletto em Assis Chateaubriand; Associação Assistencial de Guaíra; e Hospital Marechal Cândido Rondon. Já a unidade hospitalar que será construída também em Marechal – junto ao complexo de saúde – será a segunda unidade própria da Unimed Costa Oeste e a primeira no estado a ser edificada fora da cidade sede da cooperativa.

Leia também: HGU está equipado com quarto para parto humanizado

Os principais serviços oferecidos aos beneficiários da Unimed nos hospitais são: internações de urgência e emergência, internações cirúrgicas – sendo elas eletivas ou na urgência/emergência, internações clínicas e maternidade – e todo o suporte necessário para a manutenção da vida. Em toda a rede de abrangência da Unimed Costa Oeste, apenas um hospital não possui atendimento de urgência e emergência.

Para Roselaine Frederico Favarão, gestora da Rede Prestadora da Unimed Costa Oeste, os hospitais exercem papel fundamental na cadeia de cuidado com os beneficiários. “As funções básicas de um hospital são promover a cura de doentes, prevenir doenças e contribuir para a educação. Mas para a Unimed é muito mais que isso. Os hospitais também são locais de esperança, desenvolvimento humano e muito amor ao próximo”.

Ela ressalta o papel fundamental dos hospitais no enfrentamento à pandemia. “Eles tiveram que se reinventar, tanto na parte estrutural como humana, buscando atender os pacientes com qualidade e segurança, muitas vezes sem a quantidade de profissionais adequados”.

Neste sentido, a gestora destaca o profissionalismo do corpo clínico e colaboradores que, mesmo em condições adversas, mantiveram a calma, espírito de equipe e união em prol do melhor atendimento aos pacientes. “É uma satisfação muito grande contar com esses profissionais, verdadeiros heróis dedicando suas vidas para salvar mais vidas. A eles, nossa imensa gratidão”, homenageia.

Quando devo ir ao hospital?

Saber o momento certo de buscar um Pronto Atendimento Hospitalar, principalmente no momento delicado que estamos vivenciando no enfrentamento da pandemia do Covid-19, é necessário para evitar maiores complicações.

O PA deve ser procurado quando não existe possibilidade de realizar atendimento eletivo, ou seja, em consultórios, no caso de acidentes domésticos ou outros agravos que necessitem de cuidado médico imediato com resoluções rápidas.

Em caso de acidentes graves ou um agravo das condições clínicas em locais diversos, sempre deverá ser acionado socorro por meio do SAMU ou Corpo de Bombeiros para que este faça os primeiros atendimentos de suporte à vida e, posteriormente, direcione ao atendimento hospitalar.

Clique aqui para saber mais sobre a Unimed Costa Oeste.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Unimed Costa Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *