A importância da higiene e dos cuidados rotineiros com os pés

Quando você dedica um tempo para o autocuidado, também dedica uma atenção especial aos pés? Provavelmente eles são esquecidos, não é mesmo? Apesar de serem o suporte do nosso corpo, raramente damos aos pés a devida importância que eles merecem. Mas não deveria ser assim. Afinal, dependemos deles em nosso dia a dia.

Manter a higiene adequada evita odores indesejáveis, frieiras e micoses. Além disso, quando cuidamos bem dos nossos pés, a sensação é extremamente relaxante. Seja com um escalda pés, uma massagem ou, até mesmo, com uma simples hidratação após o banho.

Leia também: Qual o protetor solar ideal para a sua pele?

Porém, não é só isso. Na cultura oriental, os pés costumam ser analisados para diagnosticar doenças e tratamentos. Mas, de modo geral, alguns problemas podem acometer os pés e afetar a qualidade de vida. Assim, vamos conferir quais são os principais deles.

● Câimbras

A câimbra nos pés pode acometer com frequência algumas pessoas, provocando dor devido à contração da musculatura. Ela pode ser o indicativo de má circulação sanguínea, desidratação, esforço físico intenso, algumas doenças (diabetes, insuficiência de minerais, etc.) e, até mesmo, sapatos desconfortáveis.

● Esporão

O esporão no calcanhar surge devido ao crescimento anormal de uma parte do osso. Ele provoca uma dor intensa semelhante a uma agulhada, principalmente quando o pé encosta no chão. Pode acontecer devido ao excesso de pressão por longos períodos, no mesmo lugar.

● Fascite

A fascite plantar é uma inflamação ou processo degenerativo do tecido da sola do pé. Assim como o esporão, surge devido ao excesso de pressão no local e também provoca dor intensa, como se fossem facadas perto do calcanhar. Geralmente, a dor é mais evidente é pela manhã, logo ao levantar, mas pode aparecer também depois de longas caminhadas.

● Joanete

O joanete é caracterizado pelo desalinhamento entre os ossos e articulações dos pés, o que provoca uma saliência que deforma o pé. Na maioria dos casos, ele é provocado devido ao uso de sapatos apertados, a exemplo dos modelos de bico fino. O joanete provoca dor e bastante desconforto.

● Rachaduras

A rachadura nos pés geralmente surge devido à desidratação da pele. Normalmente não indica um problema grave mas, quando viram cortes com dor, um médico deve ser consultado.

Sabendo desses problemas, o melhor é preveni-los, certo? Por isso, agora vamos ver como cuidar dos pés na sua rotina.

Cuidados com os pés

• Faça uma boa limpeza

Parece óbvio, mas a higiene correta dos pés é o principal cuidado a ser tomado. Por isso, lave-os bem durante o banho, esfregando-os com água e sabonete, sem esquecer entre os dedos. Depois, enxugue-os com bastante atenção, principalmente entre os dedos, pois fungos e bactérias adoram umidade.

• Mantenha a hidratação

Quando está desidratada, a pele pode sofrer com ressecamento e consequentes rachaduras. Então, dedique alguns minutos para hidratar os pés. Esse tempo pode ser logo após o banho ou antes de dormir. Fórmulas que contém ureia, glicerina, manteiga e óleos vegetais são as mais indicadas para restaurar a oleosidade natural da pele.

Leia também: Pele do idoso – atenção e cuidados

• Faça esfoliação

A esfoliação dos pés também é um cuidado importante, já que remove as células mortas e promove a renovação da pele. Além disso, ela também ajuda na melhor absorção dos agentes hidratantes. Contudo, por ser mais agressiva do que a limpeza, é recomendado que a esfoliação nos pés seja feita em um intervalo maior (semanalmente ou a cada 15 dias).

• Atente-se aos cuidados com as unhas

Manter as unhas bem aparadas também faz parte dos cuidados e da higiene dos pés. O ideal é cortá-las sempre retas, evitando os cantinhos parque possam encravar. Quanto às cutículas, o ideal é mantê-las hidratadas e não as retirar, de modo a evitar possíveis infecções. Também vale lembrar da importância de usar materiais esterilizados.

• Use calçados confortáveis

Os sapatos adequados também são de extrema importância para a saúde dos pés. É claro que, em uma ocasião especial, você poderá optar por um modelo mais sofisticado. Mas, no dia a dia, prefira o conforto. Solado anti-impacto e boa respirabilidade são boas características para pautar suas escolhas. Usar desodorantes antitranspirantes para os pés também podem ajudar a controlar a umidade e evitar o mau cheiro.

• Relaxe com um escalda pés

Por fim, o escalda pés pode ser uma ótima forma para encerrar um dia intenso. O processo promove relaxamento e melhora a circulação sanguínea. Para isso, basta adicionar água morna em uma bacia, além de alguns produtos específicos, como sais de banho. Depois, é só curtir esse momento todo seu.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Unimed Cascavel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *