Como ensinar educação financeira para as crianças

Nesta semana, a Uniprime traz dicas de como os pais podem ensinar educação financeira para as crianças

Quando um filho nasce, nasce ali também um pai e uma mãe. O momento de aprendizado se inicia para toda a família. Os pais aprendem a cuidar e a educar os seus filhos. Porém, muitas vezes por instinto protetor, acabam blindando-os de um aprendizado fundamental que é lidar com o dinheiro.
Na maioria das vezes, os problemas financeiros da fase adulta, podem ser evitados se hábitos saudáveis relacionados ao dinheiro forem introduzidos na fase de aprendizados, quando ainda criança.

Leia também: Ainda vale a pena investir na poupança?

Lições sobre educação financeira para as crianças

1- Presenteie seu filho com um cofrinho, principalmente os pequeninos, incentivando-os a poupar moedinhas. Ensine que ele deve ter um objetivo, como por exemplo um jogo, um brinquedo, entre outros. Que a razão de guardar suas moedas é conseguir por si próprio comprar o que ele goste, mostrando assim que ele pode conquistar seus objetivos poupando;

2- Já para os maiorzinhos estipule uma mesada, que pode ser semanal, quinzenal ou mensal. O que importa é que eles aprendam a administrar seu orçamento;

3- Estimule que eles tomem nota de que estão gastando seu dinheiro, além de aprender a poupar, terão compreensão de onde estão gastando seus recursos. Mostrar que podem poupar uma parte para comprar um bem de consumo, pensando no longo prazo, ou seja um objetivo, ao invés de se endividar para isso também é muito importante;

4- Vincule o recebimento de sua mesada a tirar boas notas na escola, manter seu quarto organizado, realizar algumas tarefas. Lembre-se que deixá-los entender consequências de fazer suas próprias escolhas, seja com o que gasta seu dinheiro, seja com suas tarefas, é fundamental em seu aprendizado, pois ele pode errar agora e aprender com seus erros para o futuro;

5- Mostre a ele como você administra o orçamento de casa, e ele poderá entender melhor as responsabilidades que têm, e a importância de se planejar, deixando que ele vá ao banco pagar as contas de casa;

6- Leva-lo ao mercado, para que ajude a fazer escolhas e substituições quando necessário complementará o entendimento de como administrar o orçamento doméstico.

Alguns jogos sobre finanças também podem ser utilizados para complementar esse aprendizado. Dizem que a vida pode não ser tão gentil para ensinar-lhe lições, quanto seus pais são. Vale ressaltar também que entender que o valor das coisas vai além dos preços das etiquetas e que nem tudo tem preço, ajudarão a formar seus princípios éticos.

Fonte: Uniprime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *