Cooperados se sentem acolhidos por programas de saúde

Programas de saúde ofertados pela Unimed Paraná promovem o acolhimento aos cooperados

Quem cuida também precisa ser cuidado, e essa é uma das premissas dos programas de saúde ofertados aos médicos cooperados do Sistema Unimed, que integram o Plano de Assistência ao Cooperado (PAC). Com foco no acolhimento, coordenação do cuidado e promoção do autocuidado, os diferentes programas proporcionam o acompanhamento a esses profissionais que têm como vocação o “cuidar” – e que recebem esse carinho de volta.

É médico cooperado? Conheça os programas de saúde que podem melhorar a sua qualidade de vida

E é justamente esse carinho que a pediatra Tânia Regina Pinheiro Flores, de 67 anos, diz sentir. Participante do Programa Ao Seu Lado há aproximadamente um ano, a médica conheceu esse acompanhamento acolhedor ao ter uma doença grave e, logo em seguida, receber a ligação dos profissionais que integram o programa. “É uma sensação de acolhimento, de suporte e de incentivo ao nosso cuidado”, destaca.

A pediatra Tânia Regina Pinheiro Flores, de 67 anos, é uma das participantes do Programa Ao Seu Lado

Acostumada a cuidar dos outros há tanto tempo, foi por meio desse teleatendimento que a pediatra recebeu o lembrete de que a própria saúde é, também, de extrema importância. “Os profissionais do programa nos lembram que devemos colocar em prática, em relação ao nosso próprio cuidado, aquilo que recomendamos aos nossos pacientes: buscar pela prevenção, diagnóstico e tratamento precoce”.

Destinado a beneficiários com mais de 18 anos de idade que sejam portadores de condições crônicas e fatores de risco, o Programa Ao Seu Lado é composto por um conjunto de ações que consistem na elaboração de um plano de atividades individualizado e no acompanhamento regular do paciente, via ligação telefônica e videochamada, para incentivar a escolha de hábitos mais saudáveis e realizar orientações em saúde. “Dessa forma, eles nos atentam sobre a importância de nos observarmos melhor e de buscarmos a ajuda necessária para o resgate de nossa saúde”, pontua Tânia.

Neste contato, são abordados temas que têm como foco a melhoria da qualidade de vida, como alimentação saudável, avaliação do estresse e a prática de exercícios físicos – além da adesão ao tratamento medicamentoso, quando pertinente. E o melhor: de maneira personalizada, sempre de encontro às necessidades de cada participante, respeitando a rotina e a disponibilidade de cada um. Além disso, as ações do Programa são alinhadas às decisões do médico assistente de cada beneficiário, promovendo, assim, um acompanhamento multiprofissional.

Por fim, a médica pediatra reforça que, por meio dessas ações, é possível se sentir cuidada de forma integral, e ainda, incentivada a prestar mais atenção à própria saúde.