Dicas de saúde: Como vencer o sedentarismo?

O ortopedista e traumatologista Fábio Knopp de Araújo traz dicas para vencer o sedentarismo e ter uma vida mais saudável

Ortopedista e traumatologista Fábio Knopp de Araújo, médico cooperado da Unimed

Nome completo: Fábio Knopp de Araújo
Especialidade: Ortopedia e Traumatologia
Tempo de profissão: 17 anos

Dicas de saúde: criança precisa mesmo dormir cedo?

Dicas para vencer o sedentarismo

Muito se fala sobre a importância da prática de atividades físicas para uma vida saudável, mas pouco ainda se sabe sobre os reais malefícios do sedentarismo para o corpo. “Você se exercita? Se sim, com que frequência?”, questiona o ortopedista e traumatologista Fábio Knopp de Araújo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase metade da população brasileira é sedentária, sendo que muitos passam a jornada de trabalho inteira sentados e em inatividade. “Essa ação, além de comprometer o funcionamento do coração e pulmão, ainda prejudica os ossos e está entre as principais causas de dor no joelho por conta da falta de força nos músculos, que consequentemente não consegue proteger as articulações”, diz o médico.

Para mudar esse cenário de sedentarismo, Araújo destaca a importância de práticas saudáveis:

  • Inicie os exercícios sempre de maneira gradual – não dispense a fase de alongamento, aquecimento e resfriamento;
  • Mantenha um diário de exercícios;
  • Aumente as caminhadas e procure sentir prazer em caminhar;
  • Aumente as atividades no seu dia a dia, utilizando escadas e dispensando o carro sempre que possível;
  • Aumente o ritmo do seu dia a dia, optando por fazer, você mesmo, algumas atividades domésticas como lavar o carro e jardinagem;
  • Se tiver que descer ou subir um andar, use as escadas ao invés do elevador;
  • Dance, pedale ou pule corda.

Por fim, o ortopedista lembra que todos devem se exercitar sim, mas nem sempre da mesma forma. “Procure o médico para orientações sobre qual atividade é mais indicada para você, pois cada caso deve ser avaliado individualmente. Não deixe que a indisposição afaste as metas, mantenha o foco e exercite-se!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *