17 livros sobre gestão de saúde que você não pode deixar de ler

 Selecionamos 17 livros que apresentam direta ou indiretamente aspectos relativos à gestão em saúde, em especial na Saúde Suplementar. Os livros abordam questões políticas, econômicas e sociais, além de direito, que estão relacionadas à saúde. Alguns dos livros citados são mais recentes, outros nem tanto. Todavia podem ser considerados referências para quem deseja iniciar ou mesmo se aprofundar nesse universo complexo que é a gestão em saúde.

12 livros que falam de saúde e medicina que você não pode deixar de ler

Gestão em Saúde 

 Por Gonzalo Vecina Neto e Ana Maria Malik 

Sinopse: Conhecida e respeitada por oferecer um texto sólido e abrangente, esta obra foi revisada e aprimorada para adequar seu conteúdo à realidade atual da saúde e da gestão de seus serviços, setores fortemente influenciados por mudanças políticas, econômicas e sociais.
Indispensável a estudantes e gestores da área da saúde, o livro mantém a organização em cinco partes, sendo as quatro primeiras dedicadas aos temas mais relevantes sobre gestão, processos, organização e funcionamento dos serviços da assistência à saúde, e a quinta, a estudos de casos, que proporcionam ao leitor exercitar seu raciocínio crítico, avaliar situações-problema e solucioná-las.
O grande diferencial desta edição está na modernização do projeto gráfico, no aperfeiçoamento das ilustrações e, especialmente, na vasta atualização do conteúdo, que, além de ter sido meticulosamente revisado, foi enriquecido com a inclusão de dois capítulos (Governança Clínica e Segurança do Paciente) e a substituição de todos os estudos de casos, que certamente despertarão novas e frutíferas discussões.

Planejamento e gestão em saúde: conceitos, história e propostas 

Por Francisco Javier Uribe Rivera e Elizabeth Artmann 

Sinopse: Conhecida e respeitada por oferecer um texto sólido e abrangente, esta obra foi revisada e aprimorada para adequar seu conteúdo à realidade atual da saúde e da gestão de seus serviços, setores fortemente influenciados por mudanças políticas, econômicas e sociais.
Indispensável a estudantes e gestores da área da saúde, o livro mantém a organização em cinco partes, sendo as quatro primeiras dedicadas aos temas mais relevantes sobre gestão, processos, organização e funcionamento dos serviços da assistência à saúde, e a quinta, a estudos de casos, que proporcionam ao leitor exercitar seu raciocínio crítico, avaliar situações-problema e solucioná-las.
O grande diferencial desta edição está na modernização do projeto gráfico, no aperfeiçoamento das ilustrações e, especialmente, na vasta atualização do conteúdo, que, além de ter sido meticulosamente revisado, foi enriquecido com a inclusão de dois capítulos (Governança Clínica e Segurança do Paciente) e a substituição de todos os estudos de casos, que certamente despertarão novas e frutíferas discussões.

Auditoria em Saúde – Série Gestão Estratégica de Saúde –

 Por Marlus Volney de Morais e Haino Burmester

Sinopse: O controle e o planejamento nas áreas de saúde têm sido cada vez mais rígidos, o que faz com que a demanda por profissionais em auditoria seja crescente. Pensando nisso, Auditoria em saúde propõe uma reflexão sobre o bom uso das informações, o desenvolvimento de protocolos clínicos e a padronização de procedimentos que constituem ferramentas de apoio ao trabalho dos profissionais dessa área, os quais se dedicam a garantir a qualidade da assistência aos pacientes.  O livro traz ainda um breve histórico dos sistemas de saúde brasileiro e estabelece paralelos entre as formas de execução da auditoria tanto no subsistema com financiamento público como no privado. Também enfatiza a execução de processos que busquem informações valiosas para promover assistência em saúde com qualidade, propõe formas e técnicas para a execução da auditoria e apresenta vários campos ainda pouco explorados na área, tudo isso permeado por exemplos práticos e comentários.   Série Gestão Estratégica de Saúde Com uma abordagem prática e objetiva, esta série traz publicações sobre os principais temas da área de saúde para profissionais e estudantes. A proposta de cada volume é discutir os tópicos tendo em vista uma gestão mais eficiente e isso é feito por meio de um olhar intramuros, que considera a realidade dos ambientes hospitalares. Escrita em linguagem direta e acessível, esta série é fruto de estudos e da experiência de autores atuantes no mercado.  

Administração Em Saúde – Autogestão de Consultórios e Clínicas 

Por Marinho Jorge Scarpi 

Sinopse: Um guia completo para a gestão de consultórios e clínicas. Especialistas de diversas áreas fazem da obra uma ferramenta essencial para o crescimento na área da Saúde.

Se Disney Administrasse Seu Hospital: 9 1/2 Coisas que Você Mudaria 

Por Fred Lee 

Sinopse: Fred Lee reuniu sua experiência como executivo em hospitais e uma passagem pelas organizações Disney para mostrar que o atendimento atencioso e singular gera lealdade e admiração pelas empresas capazes de prestá-lo.

Compliance na Área Da Saúde –

Por Andre Pontin e Angélica Carlini (Orgs.)

Sinopse: Na última década, especialmente depois da divulgação no Fantástico de reportagem sobre a “Máfia das Próteses”, o setor da saúde tem vivenciado uma franca expansão e difusão da cultura de Compliance em seus vários segmentos. Pode-se dizer que, hoje, não há nenhuma área da saúde, na qual o tema seja desconhecido. Não seria exagero afirmar que Compliance passou a fazer parte do dia a dia das empresas e profissionais da área. Essa evolução, porém, não tem sido acompanhada de uma literatura acadêmica, que reflita sobre esse fenômeno e debata o tema de maneira mais aprofundada. São poucos os livros sobre o tema e, normalmente, tem uma abordagem dele de maneira mais técnica e superficial. O presente livro pretende contribuir para preencher essa lacuna. A obra tenta enfrentar o tema de maneira sistemática, abordando todos os aspectos importantes da análise do Compliance aplicado ao mercado da saúde: num primeiro momento, os aspectos mais fundamentais, como a reflexão inicial sobre importância do Compliance em todos os segmentos do Setor, os fundamentos do Compliance na área da saúde e os elementos centrais do Sistema de Gestão Compliance em Saúde são abordados, para, após, serem enfrentadas as diversas especificidades do Compliance na área da saúde: os elementos próprios do Compliance em Hospitais, na área de Fabricação, Importação e Distribuição de Dispositivos Médicos, na Indústria Farmacêutica, no Sistema Único de Saúde (SUS). Finalmente, são abordados tópicos especiais que abordam as intersecções do Compliance com diversas áreas do direito: o papel do Compliance como instrumento de sua efetividade do sistema de saúde, como Instrumento de Proteção do Consumidor em Saúde Suplementar, bem como sua intersecção com a Lei Geral de Proteção de Dados.

Direito Médico Preventivo: Compliance Penal na área de Saúde 

Por Maria Luiza Gorga

Sinopse: Este livro é oriundo da dissertação de mestrado de Maria Luíza Gorga, desenvolvida e defendida sob a orientação do Professor Roberto Campos. Trata-se de tema duplamente novo, pois congrega Compliance e Medicina. O objetivo da obra é oferecer aos profissionais de saúde uma série de procedimentos, que visam minorar os riscos de serem envolvidos em situações consideradas criminosas. Como pondera a autora, a importância de bem informar os pacientes e de manter os prontuários claros e organizados já estava consagrada no Direito Civil, melhor especificando no Direito Consumerista; porém, no âmbito penal, a inobservância dessas normas de conduta, muito embora menos abordada, já começa a ter repercussões negativas. As boas práticas, por óbvio, além de preservarem os médicos, favorecem a saúde dos pacientes e, por conseguinte, a própria saúde pública. Não obstante a relevância do Compliance, cumpre ter cautela para não fazer com que os profissionais de saúde destinem maior tempo e energia preenchendo relatórios do que se preparando para atender e, efetivamente atendendo, os pacientes. O assunto é um desafio para o mundo todo, sobretudo em função da mudança na relação entre médico e paciente, antes vertical, hoje horizontal.

Desafios da Gestão Estratégica em Serviços de Saúde. Caminhos e Perspectivas 

Por Carlos Alberto Damázio e Luciana Gonçalves 

Sinopse: O setor de saúde tem sido foco de atenção nos últimos tempos em função de seu crescimento e desenvolvimento tecnológico. Além disso desempenha papel estratégico na sociedade na medida em que atua na manutenção do equilíbrio social zelando pelo cuidado do bem-estar e pela sobrevivência das pessoas. Trata-se de um setor complexo que exige níveis elevados de capacitação lida com tecnologia de ponta e envolve diversas instituições com interesses distintos. Sua gestão estratégica constitui um dos principais desafios do sistema de saúde no país mais especificamente dos serviços de saúde. Gerir uma organização altamente complexa em um ambiente complexo que acena com mudanças estruturais tem se mostrado uma questão importante na medida que a demanda explode e a concorrência se estabelece. Dessa forma o objetivo deste livro é discutir os principais desafios associados à gestão estratégica em serviços de saúde diante do contexto anteriormente explicitado apresentando temas que abrangem um grande espectro de conhecimento para os gestores aplicados nesse campo de trabalho.

Guia de economia e gestão em saúde 

Por Paola Zucchi e Marcos Bosi Ferraz 

Sinopse: Este guia trata da gestão da medicina em si, um item importante para o funcionamento de um hospital e outros postos de atendimento. A obra traz desde uma abordagem sobre a política de saúde e o sistema privado de saúde no Brasil, os fundamentos da teoria econômica e informações sobre a micro e macroeconomia, até temas que incluem o custo e o gerenciamento de doenças; a regulamentação dos serviços de saúde; a gestão de medicamentos; os sistemas de informação em saúde e telemedicina; e a ética na administração de serviços.

Repensando a Saúde 

Por Michael E. Porter e Elizabeth Olmsted Teisberg

Sinopse: Um dos grandes especialistas mundiais em estratégia, Michael Porter debruça-se sobre um tema atual e de grande importância para indivíduos, profissionais, serviços e instituições da saúde; as crescentes dificuldades dos sistemas de saúde e dos próprios pacientes em todo o mundo. Nesta obra que está alcançando grande repercussão mundial, Porter e sua colega, Elizabeth Teisberg, propõem uma mudança de rumos no modelo vigente.

A saúde dos planos de saúde: Os desafios da assistência privada no Brasil

Por Drauzio VarellaMauricio Ceschin 

Sinopse: Uma análise provocadora dos planos de saúde médico-hospitalares – a chamada saúde suplementar – sob o olhar de dois grandes nomes da medicina no Brasil. Neste livro, Drauzio Varella e Mauricio Ceschin jogam luz sobre uma discussão polêmica e muito atual: os planos de saúde. Reproduzindo diálogos entre os dois sobre os principais obstáculos do setor, ele ajuda a derrubar mitos e a procurar soluções possíveis num cenário em que impera o pessimismo. São muitas as dificuldades, mas os autores sinalizam alguns pontos de partida.
Entrevistado por Varella, Ceschin encara os problemas e desafios da saúde suplementar no Brasil com o olhar do gestor que teve atuação destacada nos setores público e privado. Respondendo às perguntas de Ceschin, Varella, com a sensibilidade social do comunicador dedicado à causa da saúde e da educação da população, analisa a situação do ponto de vista dos indivíduos, dos cidadãos, sejam eles pacientes ou médicos. O resultado é um raio-x revelador do universo da assistência privada do Brasil. Uma contribuição importante para um debate urgente e atual.

 

Liderança Duradoura

        Por Nilson Luiz May

Sinopse:  o livro traz relatos inéditos de vivências, bastidores e passagens da vida do autor, que é um dirigente Unimediano.  No texto, May apresenta princípios e valores fundamentais para construção e manutenção da liderança em tempos de incertezas.

Planos e seguros de saúde – Problemática, Judicialização e Ótica da Decisão Judicial

Por Oscar Ivan Prux

Sinopse: Está-se diante de um trabalho denso, muito rico, abrangente e rigoroso na análise dos principais problemas que afligem o mercado da saúde suplementar, mais especificamente os seguros e planos de saúde privados, comercializados no Brasil. Revela o autor uma preocupação humanista e crítica com o atual modelo brasileiro, expondo-o com detalhes, quer em termos de eficácia, quer em termos de sustentabilidade, questionando, ainda, os papeis da agência reguladora e do próprio Poder Judiciário. Suas considerações não são apenas teóricas, acadêmicas; ao revés, procura o autor lançar contribuições válidas para a realidade brasileira, estimulando o leitor a análises e reflexões mais profundas. E o faz com a tranquilidade e a serenidade dos grandes mestres, enriquecendo os seus estudos com importantes remissões ao direito comparado, notadamente, ao sistema português

Para a tranquilidade e alívio dos leitores, não transformarei em resenha de cada capítulo esta introdução, que se impõe breve. Ademais, seria privá-los do prazer de degustá-los, diretamente. Nada obstante isso, convém, ainda que em rápidas pinceladas, referir que o Autor dedica bastante espaço para a contextualização dos problemas para os quais chama a nossa atenção. Vejamos.

Nos primeiros sete capítulos, o Autor entrega ao leitor noções essenciais sobre valores e direitos fundamentais, conceitos e institutos relacionados ao mercado da saúde suplementar, suas origens, finalidades e razão de ser, bem assim os arcabouços constitucional, infraconstitucional e regulamentar relacionados ao tema, com ricas notas de direito comparado. Já a partir do capítulo 8, avança o Autor sobre específicos problemas ligados aos contratos de seguros e planos de saúde na realidade brasileira – inclusive a tormentosa e sempre preocupante elevação dos preços desses produtos. Discorre, com exímia técnica, sobre os agentes econômicos que atuam no mercado da saúde suplementar, as bases econômicas das relações jurídicas entre eles formalizadas, o aumento crescente da busca pelo Poder Judiciário para a solução de conflitos no setor (judicialização da saúde suplementar), aduzindo dados de análise econômica do direito e dos contratos. O capítulo final destina-se à apresentação de proposições alternativas para o enfrentamento dos problemas assinalados, o que faz o Autor com a autoridade de quem se dedica, há muitos anos, à pesquisa científica do mercado da saúde suplementar, no Brasil e no mundo. (Trechos do Prefácio de Werson Rêgo)

Economia e Saúde Suplementar

Sinopse: A obra apresenta os trabalhos de Beatriz da Mata, Walter Ferreira Junior e Lucia Helena Mendes, cujos temas são relacionados ao impacto do envelhecimento em planos de saúde, os aspectos de estrutura, utilização e mudanças estratégicas do sistema de saúde no âmbito das redes de hospitais, além de processos de auditoria em saúde. 1ª edição, 390 páginas.

Direito e Saúde Suplementar

Sinopse: de autoria de Marlus Riani, Rosana Passini e José Antonio de Oliveira, a obra aborda a compreensão por parte do Judiciário do papel e da atividade da Agência Nacional de Saúde e a ética no uso de informações individualizadas em saúde. 1ª edição, 290 páginas.

Planos de saúde: aspectos jurídicos e econômicos

Por Luiz Augusto Ferreira Carneiro (Org.)

Sinopse: Nesta obra – Saúde suplementar, segurança jurídica e equilíbrio econômico-financeiro; Judicialização da saúde pública no Brasil; Contratos de planos e seguros privados de assistência à saúde – Princípio básicos da atividade – Suporte jurídico-legal e constitucional; Princípios básicos de seguros e planos de saúde; O Código Civil e o Código do Consumidor na saúde suplementar; Aspectos jurídicos da incorporação da tecnologia em saúde; Medicina baseada em evidências e análise econômica na tomada de decisão em saúde; Antecipação de tutela nos contratos de seguro-saúde; Fatos da vida e o contorno dos planos de saúde; Direito intertemporal, competências funcionais e regime jurídico dos planos e seguros de saúde; Desafios do envelhecimento e a jurisprudência dos Tribunais; A garantia de manutenção em planos coletivos empresariais para demitidos e aposentados – Artigos 30 e 31 da Lei 9.656/98; Rede hospitalar e a Lei no 9.656/98.

Organização orientada para a estratégia: como as empresas que adotam o balanced scorecard prosperam no novo ambiente de negócios

Por Robert S. KaplanDavid P. Norton

Sinopse: Os criadores do balanced scorecard, ferramenta revolucionária para o gerenciamento do desempenho, lançam nova abordagem que transforma a estratégia em processo contínuo, envolvendo não apenas a alta administração, mas todos na organização. Neste livro, Robert Kaplan e David Norton compartilham os resultados de dez anos de aprendizado e pesquisa em mais de 200 empresas que implementaram o balanced scorecard. Com base em mais de 20 estudos de casos analisados em profundidade- como Mobil, CIGNA, Nova Scotia Power e AT&T Canada-, os autores mostram como as organizações usaram o scorecard para a criação de um referencial de gerenciamento do desempenho totalmente novo. Kaplan e Norton explicitam os cinco princípios críticos necessários à construção de organizações focalizadas na estratégia- Traduzir a estratégia em termos operacionais; Alinhar a organização com a estratégia; Transformar a estratégia em tarefa cotidiana de todos; Converter a estratégia em processo contínuo e mobilizar a mudança por meio de uma liderança forte e eficaz.

Obs.: As obras de número 15 e 16 são gratuitas e estão disponíveis para leitura e download no www.funenseg.org.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//Código do Google Analytics