Psicóloga dá 7 dicas para fazer um detox na vida

Método consiste em fazer uma limpeza nos comportamentos e se abastecer de felicidade

Ana Paula Vanzelli

Como podemos deixar certos comportamentos de lado e abrir espaço para o que realmente nos faz bem? Para responder essa pergunta, a psicóloga Ana Paula Vanzelli conduziu de forma bastante bem-humorada a palestra “Detox para a vida”, que cativou o público em suas duas apresentações na SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho – da Unimed Paraná. Ao todo, mais de 220 colaboradores participaram do evento, realizado de forma on-line e com sorteio de brindes.

Logo no início da apresentação, Ana Paula ressaltou a importância de distrair a mente para superar a ansiedade causada pela pandemia. Disse também que assim como um carro precisa ser desligado para abastecer, nós também precisamos parar para renovar nossas energias.

“Se você está com quem você ama e fica fazendo outras coisas, vendo vídeos no celular, não adianta”, orientou.

Na sequência, a psicóloga deu sete dicas para limpar os comportamentos nocivos e se abastecer de felicidade, fazendo uma verdadeiro detox na vida. Confira!

1. Use as redes sociais com moderação

Apesar de parecerem apenas um passatempo, as redes demandam muita energia. Portanto, é preciso pensar: o que você está fazendo nesse ambiente? Suas atitudes ali estão de acordo com o que você quer para a sua vida?

2. Neutralize notícias ruins

Notícias ruins sempre existiram. A novidade é que o acesso a elas foi potencializado. Por isso, pense muito bem antes de gastar energia com o que não vale a pena.

Veja também: Conversa Ampla – O ciclo virtuoso da felicidade

Tome cuidado também para não entrar em “competição de desgraça” quando alguém te contar algo ruim. Ou seja, em vez de ficar se comparando, apenas escute o que a pessoa tem a dizer. “Quantas vezes uma palavra pode salvar uma vida. Todos nós podemos fazer a diferença”.

3. Cuidado com o que você prolifera

Se não for para incentivar, elogiar ou fazer um comentário verdadeiramente construtivo sobre alguém, é melhor “não abrir a boca”, orientou a palestrante.

4. Corrija a alimentação

Faça sua parte e tenha uma alimentação saudável. Afinal, “suquinho verde não faz milagre sozinho”, brincou.

5. Faça atividade física

Se não der para ir à academia, não tem problema. Basta pular corda na sala, dançar no quarto. O que importa é manter o corpo em movimento.

6. Adote a respiração consciente

Três vezes por dia, durante quatro minutos, preste atenção na sua respiração. E caso algum dia você presencie alguém com uma crise de pânico, não diga “calma, respira”, pois respirar é justamente o que a pessoa não está conseguindo naquele momento. Então, segundo a terapeuta, o mais eficiente é pegar nas mãos da pessoa, olhar nos olhos dela, dizer “estou aqui se você precisar” e distraí-la, cantando alguma música junto com ela ou pedindo que conte alguma história, por exemplo.

7. Pratique mais a gratidão e o amor

Lembre-se de enxergar coisas boas mesmo durante as situações mais difíceis e de praticar o amor, principalmente o próprio. “Desde que não prejudique ninguém e não prejudique você intencionalmente, faça tudo o que você tem vontade. Trate de você como você trata quem você ama”, afirmou.

Já ao final do encontro, a psicóloga convidou o público a refletir o quanto somos realmente “de verdade” no que nos propomos a fazer. Ou seja, fazemos nossas tarefas apenas por obrigação ou por amor?

Leia também: Como a meditação pode ajudar na saúde mental

“Faça aquilo que te faz feliz e não se preocupe com o que os outros pensam. A verdadeira desintoxicação é de dentro para fora. Então, pare de dar tanto valor ao que acontece fora”, ressaltou.  

A palestra foi muito bem avaliada pelo público, que encheu a caixa de diálogo com elogios. “Palestra maravilhosa”, “contribuiu muito”, “parabéns pela leveza e profundidade em suas palavras”, “que momento rico” e “parabéns ao SIPAT por trazer uma profissional gabaritada como a Dra. Ana”.

2 comentários em “Psicóloga dá 7 dicas para fazer um detox na vida

    • outubro 14, 2021 em 7:12 am
      Permalink

      Que bom que gostou, Gaby!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *