Saiba quais as principais diferenças, vantagens e desvantagens do DIU de cobre, prata ou hormonal

Com o objetivo de fomentar a discussão de temas pertinentes ao momento em que vivemos, o Conversa Ampla traz semanalmente um bate-papo on-line com especialistas de diferentes áreas – desde pautas que abordam o bem-estar até análises sobre doenças específicas. As entrevistas com profissionais qualificados visam apresentar novos pontos sobre assuntos relacionados – direta ou indiretamente – à saúde.

Leia também: Queda de cabelo gerada pela Covid-19 tem tratamento

Diu de cobre, de prata ou hormonal: quais as vantagens e desvantagens de cada um?

Cada vez mais as brasileiras estão optando pelo DIU como método contraceptivo. Ele é um dos mais eficazes e seguros, segundo a Organização Mundial da Saúde. Nesta Conversa Ampla, a ginecologista e obstetra Flávia Albernaz explica os tipos, formas de colocação e possíveis efeitos colaterais. Ela desmistifica também a ideia de que, recolocar o DIU após ter um bebê, atrapalharia a amamentação. 

Confira a entrevista completa:

Leia também: Gravidez e os cuidados com o recém-nascido: tire dúvidas

A ginecologista explica que existem dois tipos de DIU: os hormonais e os não hormonais, que são divididos entre DIU de cobre, DIU de cobre com prata, e DIU de prata. Para escolher qual a melhor opção, a médica recomenda que a paciente converse com o especialista e analise questões como os próprios desejos, e as vantagens e desvantagens de cada um, como possíveis efeitos colaterais, fluxo, entre outros. Confira alguns:

Hormonal

  • Redução do fluxo menstrual ou ausência de menstruação;
  • Sensação de inchaço durante o primeiro ano;
  • Surgimento de acne durante o primeiro ano;
  • Aumento de cólica no período de adaptação;

Não hormonal

  • Aumento do fluxo menstrual;
  • Aumento de cólica no período de adaptação;

Confira os outros vídeos publicados no Conversa Ampla: